Fermento de pão: opções

Uma das dúvidas de quem pretende fazer pão, é o fermento.

Ao longo dos anos, já usei de tudo, até fermento preparado em casa, que me salvou de colocar  fogo na cozinha.

Eu explico: tinha ganho uma “muda”de fermento natural que estava dando muito certo! Certa altura percebi que os pães não estavam mais crescendo como deviam. Quando os pães já estavam quase servindo de ração prá cachorro, desisti. Só aí percebi que o móvel que sustentava o fogão, aglomerado, estava se desmanchando! Se eu pusesse mais um pão para assar, o fogo teria queimado o móvel e sabe-se o que mais teria ido junto… Motivo pelo qual recomendo vivamente um seguro contra incêndio, que já me foi extremamente útil além de ter um custo muito baixo.

Voltando ao fermento… Há dois tipos predominantes de fermento: o fresco e o seco, também chamado de instantâneo ( só no mome, pois de instantâneo não tem nada!!!)

A grande vantagem do fermento seco é que ele pode ser guardado em um vidro, na geladeira, por dois anos a partir da data de fabricação. O que facilita quando se usa ocasionalmente. Pode ser comprado em envelopes de 10g, pacotes de 100g ou de 500g. Normalmente, o pacote de 500g é mais econômico, e como vale por dois anos, pode ser a melhor opção.

O fermento fresco pode ser comprado em pacotes de quatro quadradinhos de 15g, ou em barras de 500g. A desvantagem é que a validade dele não é longa, geralmente, de um mês a um mês e meio apenas.
E ai vem o pulo do gato: aprendi com um amigo comerciante que, se colocarmos o fermento fresco num vidro bem limpo e seco, e socarmos bem socado no vidro, e colocar um plástico por cima, ele se mantém inalterado muito além da data de validade!!!
Aqui em casa, estamos utilizando um fermento que já passou da validade há mais de 40 dias!!!!! E continua levedando perfeitamente!!!!!

Só precisamos observar se/quando o pão não cresce tanto quanto o anterior. Nessa altura se aumenta um tantinho ( aproximadamente 15 a 20%) a quantidade.

O segrede de um pão que cresce, não é o tipo ou a maior quantidade de fermento utilizada.

É apenas dar tempo para que a levedação aconteça… Vc pode amassar o pão a noite e deixar crescer até a manhã do dia seguinte.

Além é claro de poder comprar o pacote grande em conjunto com mais gente. Só pra lembrar que vive melhor quem compartilha!!! …

Anúncios
Esse post foi publicado em Dicas e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Fermento de pão: opções

  1. Tenho usado biológico seco instantâneo. Comprei o pote grande e mantenho na geladeira, há tempos. Por enquanto está indo bem. Boa, essa dica do fermento fresco! Quer dizer então, que dá para sovar à noite e deixar crescer para o dia seguinte? Interessante. Eu mantenho o pão crescendo bem protegido sob o sol. Sei lá de onde tirei isso e nem imagino se ajuda ou não, mas fica uma beleza. Estou pensando em experimentar produzir um fermento de kefir…aliás, gosta de kefir?

    • baudavoeli disse:

      Cybele, já tive em casa o kefir de água, e tomamos por um bom tempo; sei que o kefir de leite é excelente, mas não sou uma expert no assunto… Sobre deixar o pão crescer a noite toda, só não estiver muito calor. Se estiver calor, deixe crescer na geladeira e no dia seguinte dá formato, espera crescer e põe para assar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s