Coalhada seca

Poucos anos atrás fomos a um pequeno restaurante árabe por indicação de uma amiga muito querida.
Aquela foi a primeira vez na vida que provei coalhada seca! E fiquei tão apaixonada que comprei um pote para trazer para casa!
Tenho um amigo construtor cuja frase predileta é: ” _Isso não nasceu aí, portanto tem um jeito de ser tirado de onde está!”.
Saboreando aquela fina iguaria, que lembrava um cream cheese, ou um iogurte grego, imaginei que aquela delicia não “dava em arvore”, tinha que ser preparado!!
Claro que fui na internet procurar como fazer. Achei!
Desde então, coalhada seca tornou-se ingrediente obrigatório na nossa mesa. E o melhor de tudo é que se vc já preparou seu iogurte caseiro, já está a meio caminho andado da sua coalhada seca!
Isso mesmo.

Tudo o que se precisa depois do iogurte pronto é um escorredor de macarrão e um pano de algodão.
Forre o escorredor ou mesmo uma peneira com um pano de fralda, ou um pano de prato. Despeje o iogurte sobre o pano, e deixe drenando por 6 a 12 horas, tendo o cuidado de recolher esse soro, que é riquíssimo em sais minerais, e gordura praticamente zero!
O que ficar no pano, guarde num tupperware na geladeira. Dura pelo menos duas semanas sem azedar. O soro pode ser utilizado para pães, bolos, panquecas, misturar em sucos, consumir como bebida, etc..

A coalhada seca pode acompanhar arroz, kibe, verduras refogadas, substituir cream cheese nas receitas, ou acrescentar sal e azeite de oliva, ou zatar ( um tempero verdinho maravilhoso!!!), ou sumac ( tempero vermelho azedinho). Pode passar no pão, com mel ou só com sal… Meus netos comem às colheradas, purinho!

E o melhor de tudo, é que além de gostoso e nutritivo, faz muito bem a saúde! Alguém se arrisca?

Anúncios
Esse post foi publicado em Dicas, Receitas e marcado , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Coalhada seca

  1. kety disse:

    Td de bom mesmo tem que fazer para saber o sabor maravilhoso
    Sou fã de carteirinha consumo em td e deixo a dica adicionar em molhos fica incrivel qualquer molho

  2. Grasi disse:

    Eli, eu AMO SUA COALHADA SECA! rsrsrsrs
    Mas será que consigo reproduzí-la?

  3. Eu arrisco! Aliás, já arrisquei, Fiz o mesmo procedimento com o kefir de leite, há semanas atrás, misturei com azeite extra-virgem, linhaça dourada triturada e um pouco de sal e dei adeus à margarina. Do soro que sobrou, fiz “yakult” caseiro.

  4. Maria Rita Almeida disse:

    Acrescento que, caso tenha uma quantidade menor de iogust, ela pode ser feita em um filtro de papel de café…acho que dá menos trabalho rsrsrsrrsr. beijos

  5. Pingback: Coalhada seca revisada | Baú da Vó Eli

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s